Fechar pesquisa

Mais artigos

Makers em Portugal, um sucesso com futuro

Escrito em 22 Out 2015

Se havia dúvidas, agora já não há: o movimento dos Makers em Portugal é um sucesso e, mais importante que isso, um sucesso com futuro.

Revisitando a Maker Faire Lisbon 2015, Celso Martinho do SAPO e Inês Oliveira do Pavilhão do Conhecimento, falam-nos do sucesso que foi a edição de 2015 em Lisboa, do maior evento de “mostra e conta” do mundo e de como o mundo dos Makers não pára. “É já amanhã, amanhã começamos a planear.” diz o Celso, referindo-se à possibilidade de uma Maker Faire Lisbon 2016.

Uma Maker Faire Lisbon maior, com mais Makers, mais público.

Quando no evento como este se superam todas as expectativas, não há que duvidar: a próxima edição da Maker Faire Lisbon terá que ser maior, ter mais Makers, mais projectos, mais público. Os cerca de 14 mil visitantes deste ano irão ajudar a passar a palavra, a ideia de que numa Maker Faire, há motivos de interesse para todos.

Houve electrónica? Claro. E houve impressoras 3D e robots. Mas também houve Skates e pranchas de surf, jogos de Xadrez, artesanato e corridas de drones. A Maker Faire Lisbon afirmou-se como um evento para toda a família, para todas as idades.

A organização da Maker Faire Lisbon impressionou a todos os níveis

A “casa mãe” deste grande evento esteve representada pela Diretora de Programa da Maker Faire a nível internacional, Sabrina Merlo, que deixou Lisboa afirmando que a Maker Faire Lisbon, para além de ser uma montra fantástica dos Makers Portugueses, a deixou também com a sensação de que em Portugal, a comunidade Maker está a crescer e cada vez mais activa.

É no espirito do crescimento que a Maker Faire Lisbon vai continuar a investir na diversidade. Como refere o Celso, “é necessário desmistificar a ideia de que os Makers são só maluquinhos da electrónica”. A aproximação a outras ciências e a abordagem a mais artes é um ponto essencial para fazer crescer este movimento que em Portugal, como todos pudemos verificar nestes dias, tem muito para mostrar.

Comentários
comments powered by Disqus